domingo, 14 de junho de 2015

TIPOS DE PROTEÍNAS "na suplementação" - BEEF PROTEIN

Todas as postagens deste tema, estarão com link no final
Hoje vou falar sobre a 
PROTEÍNA DA CARNE - BEFF PROTEIN. 
e segue o link  para quem ainda não viu a postagem anterior sobre a WHEY PROTEIN, e nos posts seguintes falarei das demais, como comentei antes, assim não fica muita informação em uma única postagem.

BEEF PROTEIN

Há uma polêmica em relação a diferença de consumir a proteína do soro do leite (Whey Protein) ou a da carne (Beef Protein). 
Vamos entender a diferença e saber o melhor momento para utilizar cada uma?

Já sabemos que, a proteína da carne é a melhor proteína para ganho de massa muscular, a primeira diferença entre consumir a carne real e a suplementação em forma de pó, é que podemos controlar o que vem junto, como a quantidade de gordura, pois ela é isolada, e significa que o que não serve para suplementar é retirado, aproveita-se apenas os nutrientes necessários, mas isso não significa que devemos parar de consumir a carne, pois a nutrição alimentar de forma sólida, ainda é a mais importante para a saúde.

Falando sobre a questão suplementar, a whey protein, dependendo da marca, é a mais indicada para o pós treino, devido a quantidade dos aminoácidos presentes no produto, mas para quem tem problemas com lactose, é uma ótima opção a proteína isolada da carne, pois ela é isenta da mesma, de absorção mais lenta que a whey, permitindo níveis altos de aminoácidos livres na corrente sanguínea entre 8 a 12 horas, além de conter colágeno e alta quantidade de creatina, uma substância composta pelos aminoácidos arginina, glicina e metionina, que fornece energia para os treinos e ajudam na construção de massa muscular, ótima opção para quem está em fase de ciclo com a mesma. 

Ainda há muita controvérsia em relação à escolha de qual proteína seria melhor, algumas pessoas sentem-se melhor consumindo a proteína da carne, sentem que houve uma melhora na força e mais disposição, outras não sentiram nenhuma diferença. Acredito que mais uma vez, varia de pessoa para pessoa.
Na minha opinião, independente da escolha, na questão aminoácidos, é indicado comprar o BCAA separado, para que faça um reforço antes, as vezes durante o treino, dependendo da indicação do nutricionista, e após.
Portanto é uma questão de experimentar.


*Separei um vídeo bem bacana para vocês acompanharem a explicação de um garoto português, que opina nesta questão*
´




Fontes:
globoesporte.globo.com



4 comentários:

  1. Muito bom saber um pouco mais sobre o assunto e a diferença de cada proteína,bom que quando eu voltar pra academia, já vou estar bem informada.

    ResponderExcluir
  2. Wal eu amo sua explicacoes!! sao otimas!!como aprendo por aqui!! eh muito bom ver alguem que realmente entende e gosta dando suas opnioes!! mil bjs!!

    ResponderExcluir
  3. massa demais Wal!!!! Tomo BCAA antes e depois proteína, muito legal esse assunto, beijo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, amei conhecer seu blog..vou ler tudo. Estou começando a me interessar...

    ResponderExcluir

Se você pode sonhar, você pode fazer. "Walt Disney"

Voltar ao Topo da Página