domingo, 1 de novembro de 2015

DIETA CICLANDO CARBOIDRATOS


Pessoal esta dieta não é de Deus, sérioOo! 

No começo foi muito difícil  a adaptação, mas agora já levo mais de boa. 
Comecei esta nova fase da dieta faz 20 dias, e já vi grandes resultados. Seca meeesmooOooo!
Mas temos que passar pelas fases da dieta de cutting, devagar, por isso a importância do acompanhamento profissional, ele analisa a cada retorno o progresso e a necessidade em diminuir ou não o carboidrato.

Primeiro vamos entender a importância do carboidrato na alimentação.
Sem os carboidratos não temos como desenvolver a massa muscular, nem mesmo segurar o que já foi ganho, por isso não saía cortando aleatoriamente sem informação.
Quando o organismo percebe que está sem carboidrato, a proteína ingerida será utilizada para repor o glicogênio deficiente e não chegará a cumprir seu papel real, que é a quebra em aminoácidos e a ação destes na recuperação e hipertrofia muscular.
Daí você escuta que está catabolizando ao invés de ganhar massa muscular.
Na real queremos perder gordura e não massa muscular, se não ficamos flácidos e fracos.
Além da questão estética, tem a qualidade nos treinos, que zera também, pois o desempenho cai muito.

Maaaaas...
Quando o corpo já não responde mais pela tradicional dieta, o nutricionista usa estratégias para que o corpo volte a queimar as gorduras localizadas, reduzindo a gordura corporal.

Existem várias formas de ciclar o carboidrato.
Vamos conhecer a minha dieta?

A maior parte dos alimentos foram preservados, da dieta anterior, mas diminuiu a quantidade.

Lembra da Dieta inicial?
Veja AQUI.

*Houve uma mudança no horário de treino também, já vou postar com esta mudança, que começou nesta semana.

- São 3 dias de médio carboidrato
(na maioria das refeições eu tenho 40 gramas de arroz integral)
- São 3 dias de carbo praticamente zero
(somente 1 fruta pela manhã e vegetais livre por 2 refeições, nas demais somente proteína)
- 1 dia de carbo alto.
(mais ou menos viu galera, só aumenta a quantidade de arroz em alguma refeições, que sobe para 100 gramas. Nada de comer batata frita viu).
Então ficou assim:







Outra dica para esta dieta, é unir com os treinos, em dias de exercícios mais exigentes eu consumo mais quantidades de carboidratos e nos dias menos intensos ou "off exercício" deixo para o dia de carbo zero/ou quase zero.

**Perceba que por eu treinar de manhã, no dia anterior eu faço alimentação de acordo com o treino do dia seguinte, o carboidrato está maior em dias que o treino será mais intenso, pois primeiro dou combustível para a máquina trabalhar. Certo?!!!



Fiz o peito de frango de várias formas, mas não tem jeito, uma hora a gente enjoa e o segredo é meter o foco e só seguir... 
Por mais que possamos variar, sempre será frango.





mas variar faz bem, pois comemos com os olhos primeiro.

Meu treino completo você pode conferir nesta postagem AQUI.

Espero que tenha gostado das dicas.
Compartilha com AzAmiga e Comenta, vou adorar saber sua opinião.
Leia também:
"Porcentagem de gordura corporal."



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você pode sonhar, você pode fazer. "Walt Disney"

Voltar ao Topo da Página